Joanna Maranho Ataca Confederao E Se Diz Perseguida Por Apresentar O Que Pensa

From Manchester's Love
Jump to: navigation, search

Quem Precisa Do 'Segredo Do Respeito' Para Dominar Um Homem?



Aos 17 anos, Joanna Maranhão surgiu como um fenômeno da natação brasileira: pela primeira vez, uma atleta do nação havia chegado à desfecho olímpica em provas femininas. Os 4min40s00 que cravou em Atenas 2004 é até hoje o recorde brasileiro dos quatrocentos m medley. Porém, a prosperidade da atleta ficou parada desde dessa maneira devido a uma série de fatores, dentre os quais a revelação de que sofrera abusos sexuais de um técnico pela infância.



Contudo Joanna está de volta. Pelo menos, é o que a atleta promete. Feliz e confiante como há muito não se sentia, a pernambucana quer retornar a brilhar na Olimpíada de Londres. Citando-se preparada pra baixar tua marca em cinco segundos e regressar a uma encerramento olímpica, ela desconversa no momento em que questionada o resultado que quer adquirir pela Inglaterra.





A única coisa que eu posso falar com certeza é que eu irei vir em Londres pra fazer o melhor efeito da minha existência. Fora das piscinas, no entanto, a vida de Joanna anda muito mais conturbada. Se por um lado não esconde a paixão pelo namorado, o judoca Luciano Côrrea, por outro lida com uma suposta perseguição da CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos). Em entrevista exclusiva ao R7, ela diz ser praticamente desprezada pela entidade por tratar o que pensa e não poupar dirigentes de avaliações. Cem mil gastos do respectivo bolso desde o fim do ano anterior na sua preparação pra Londres.





Familiares e amigos ajudam a fechar a conta, no entanto tudo seria mais manso se ela tivesse a atenção que julga ter correto. Apesar disto, Joanna não pensa em desistir. Se eu desistisse seria como se eu tivesse revelando que não é possível ser uma atleta de grande rendimento sem fazer parcela do que a gente chama de “sistema”, sem ser alguém que acata tudo.



Uma das minhas metas é propriamente provar que é possível ter bons resultados não se rendendo ao costumamos a olhar dentro do esporte brasileiro. R7 - De que jeito está a tua programação de treinos até a Olimpíada? ‘Até O Último Homem’: A Verdade é Mais Inacreditável Que O Video Maranhão - Após o Maria Lenk, faremos uma temporada de treinos no Rio até junho. Depois, vamos pra várias guerras, como o Mare Nostrum, quem sabe um Grand Prix e a gente espera conseguir fazer um outro treinamento de altitude no encerramento de junho e começo de julho.



É que, para essa finalidade, a gente infelizmente não conseguiu verba. R7 - Essa verba você não consegue ajeitar pela CBDA? Joanna - Agora tentamos. Passamos a nossa programação para eles desde o ano anterior, fizemos até reserva no centro de treinamento na Espanha, onde gostaríamos ficar, contudo até neste momento não chegou nenhuma confirmação se vão poder custear ou não.



R7 - Você teve um dificuldade tal como no momento em que foi treinar nos EUA no início do ano, não? Joanna - É, bancamos tudo nesse mês que a gente passou lá. Depois, para participar do Grand Prix, pelo motivo de estaríamos lá, ficamos tentando (verba) próximo a CBDA e conseguimos na última semana.



R7 - Então você pagou e a CBDA te reembolsou? Joanna - O treinamento, não. Só a luta. A Neta, O Namorado Da Neta E O Nepotismo daqui pra lá e de lá com o intuito de cá fui eu que paguei porque eu prontamente estava lá. Faiçal I Do Iraque só o trecho interno. Antes mesmo de eu fazer o índice, a gente neste momento tinha ido na CBDA e sentado com quem é responsável pelo tudo isto.